fbpx

8 utilizações que pode dar a um crédito pessoal

Ao contrário do crédito à habitação ou do crédito automóvel, o crédito pessoal pode ser aplicado a praticamente qualquer coisa, sendo que não precisa de explicar à instituição financeira qual a finalidade do crédito.

O crédito pessoal, também designado por crédito ao consumo, é um crédito indicado para quem precisa de dinheiro para determinada necessidade e não deseja explicar ou comprovar a mesma à instituição financeira. Assim, existe uma grande liberdade na aplicação deste tipo de crédito. Algumas das utilizações mais frequentes deste tipo de crédito incluem:

1. Iniciar um negócio

Muitas pessoas têm uma veia empreendedora, contudo, nem sempre têm os meios necessários para começar um negócio. Através do crédito pessoal, podem conseguir o financiamento necessário para avançar com as suas ideias. Neste sentido, o crédito pessoal pode ser visto como um investimento necessário para conseguir retorno financeiro e, dessa forma, o crédito pessoal não se destina apenas a consumo. Os microcréditos podem ser uma excelente opção para este tipo de necessidade, uma vez que requerem um menor investimento e, caso o negócio não vingue, pode sempre ajustar a sua ideia de negócio e voltar a pedir um novo crédito.

2. Remodelar a casa

Pode utilizar o crédito pessoal para realizar obras ou alterar a decoração na sua casa. Ainda assim, fique a saber que para este tipo de finalidade existe um tipo de crédito específico. O importante nestas situações é perceber em qual dos tipos de crédito consegue taxas de juro mais baixas. Os créditos específicos para fazer obras em casa necessitam, por norma, que o cliente submeta mais documentação do que no crédito pessoal, nomeadamente os planos de remodelação, os recibos oficiais, entre outros, antes do dinheiro ser entregue. Assim, na hora de decidir entre um crédito e outro, deve ter estas questões em consideração.

3. Realizar festas, como casamentos ou batizados

Festas como casamentos ou batizados implicam grandes gastos e nem sempre as pessoas têm o capital necessário para cobrir todos os custos. Se pensarmos num casamento, por exemplo, existem os custos com o local, com o fotógrafo, o serviço de catering e muito mais. Se não quiser deixar de incluir algum detalhe na sua festa pela falta de capital, pode sempre pedir um crédito pessoal e conseguir pagar a festa dos seus sonhos.

4. Pagar as propinas de um curso

Se para alguns, investir na criação de um negócio é o caminho a seguir, para outros, o investimento certo é na educação. As propinas de um curso superior são elevadas, representando, por isso, um grande investimento. Utilizar o seu crédito pessoal para as propinas de um curso pode ser uma escolha inteligente, sendo que, após terminar o curso, pode conseguir aumentar o seu salário, ser promovido ou até ser colocado numa outra função mais bem remunerada.

5. Comprar umas férias

Todos temos aquela viagem de sonho que adorávamos fazer, certo? Por vezes, a altura certa para a marcar nunca chega, já que o seu custo é muito grande e o ordenado não estica. Por vezes, o crédito pessoal é a única solução para conseguir alcançar essa experiência tão desejada. Nesses casos, sugerimos que procure com cautela um crédito pessoal com taxas de juro baixas (uma vez que este crédito não lhe gerará retorno, constituindo-se financeiramente como apenas consumo).

6. Saldar dívidas que possam existir

Não há nada melhor para o ser humano como estar de consciência tranquila. Se tem dívidas por abater, de certeza que encontra nelas uma fonte de preocupação. Pedir um crédito pessoal para saldar estas dívidas pode ser uma excelente opção para si. Sejam estas dívidas contraídas informalmente ou formalmente, o crédito pessoal pode ajudá-lo a resolver questões de financiamento que tenha pendentes. Por outro lado, caso tenha contraído vários créditos, pode sempre equacionar a hipótese de consolidar os créditos.

7. Fazer face a despesas extra com a saúde

A saúde é o nosso bem mais precioso. Devemos ter isso em consideração quando estamos a gerir o nosso dinheiro. Caso tenha despesas extra com a saúde que não consegue combater, pode recorrer ao crédito pessoal, sendo que nunca deve pensar em cortar as suas despesas na saúde devido à sua importância.

8. Cobrir os custos de uma situação de emergência

Ao longo da sua vida, podem surgir situações de emergência em diversas áreas – seja na saúde, na habitação, relativas a algum familiar ou outras. Quando essas situações inesperadas chegam, muitas vezes as pessoas não estão financeiramente preparadas. Nestes casos, o crédito pessoal pode ser a opção ideal, uma vez que, além de não ter de explicar qual a finalidade do crédito ao banco, consegue o crédito de modo mais rápido e menos burocrático do que com outros créditos.

Artigos Relacionados

Sobre
Prémios & Distinções

Vencedores Prémio Cinco Estrelas, pelo 2º ano consecutivo

BCE Desce taxas de Juro
Sobre
Crédito Habitação

BCE reduz taxa de juro na Zona Euro: como isso afeta o meu Crédito Habitação?

Sobre
Prémios & Distinções

1º Lugar nas Empresas Mais Felizes de Portugal

Sobre
Crédito Habitação, Dúvidas & FAQ's

A sua prestação de Crédito Habitação está muito alta? Deve fazer uma Transferência ou aceder à Moratória? Saiba tudo!

Fale com a Especialista

Crédito
De quanto preciso?
Prazo?
meses
Mensalidade
*Prestação mensal indicativa, sem inclusão de seguros, taxas e/ou despesas eventualmente aplicáveis.